Manual Narrativo: Dicas e Conceitos

             A arte de escrever bem e de construir uma boa história são ferramentas que necessitam além de dedicação, talento. O livro A Jornada do Escritor traz justamente a proposta de um bom modelo para uma narração bem sucedida. Dividido em três partes, a obra mostra por meio de personagens e etapas o esqueleto básico de um roteiro.

Foto: reprodução/internet

Foto: reprodução/internet

            A publicação é o resultado de uma vasta pesquisa entre filmes, que permitiu a um fiel leitor durante a adolescência se profissionalizar estudando roteiros de Hollywood. Com forte influência do escritor Joseph Campbell, o autor, Christopher Vogler, afirma logo no começo que sua obra se mostra de maneira clara e necessária àqueles que lidam com a escrita em qualquer área. Apesar da abrangência que o guia percorre, segundo o autor, fica nítido ao longo da leitura o quanto a obra é referencial à sétima arte.

           Definindo esquematicamente os arquétipos que rodeiam o protagonista de uma história, o manual determina claramente quais os estágios e caminhos que permeiam a jornada de um herói. A exploração das diferenças entre arauto, sombra, anti-herói, mentor, camaleão, pícaro e guardião de limiar, torna a obra um agradável guia, esclarecendo assim dúvidas e perfis de determinados personagens. Outro ponto interessante é a segunda parte do livro, por conta da divisão e explicação de atos e etapas. Entretanto, os termos e citações mencionados pelo autor tornam-se repetitivos, o que torna a leitura cansativa e pouco atrativa ao longo dos capítulos. A menção de nomes de filmes conhecidos ratifica a paixão de Vogler pelo cinema, o que acaba definindo a obra como um diário cinéfilo, desfazendo assim, expectativas daqueles que não são tão fãs de obras cinematográficas.

            Perguntas e metáforas, incluindo análise de filmes, são inseridas nos finais de cada capítulo da “parte II”, o que permite uma contextualização e teste por parte do leitor sobre o que foi explorado com a leitura do livro. Permite-se ainda, a confirmação de hipóteses, ratificando o aprendizado diante o manual. O epílogo, parte que recapitula toda a jornada da obra, traz análises bem construídas e dizimadas acerca de renomados filmes, onde se empregou, ou não, as dicas que aparecerem em A Jornada do Escritor. Indo na trilha de seus próprios conceitos, o autor deixou para o final, propositalmente ou não, o grande clímax da obra. A parte mais instigante, bem escrita e bem traduzida infelizmente só aparece no fim.

 

Título: A Jornada do Escritor – Estruturas míticas para escritores

Título Original: The Writer’s Journey

Autor: Christopher Vogler

Idioma: Português

Editora: Nova Fronteira

Ano de Publicação: 1998

Estruturação: 446 p.p

Preço: R$ 35,90

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://jessicamelo.wordpress.com/2009/06/25/manual-narrativo-dicas-e-conceitos/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: